Buenos Aires


A cidade de Buenos Aires é a capital da Argentina e tem cerca de 3 milhões de habitantes. As construções em estilo romântico e neoclássico são inspiradas nas cidades europeias. Visitando a cidade não deixe de provar as deliciosas empanadas e o famoso bife de chorizo em um dos inúmeros restaurantes da cidade. Aproveite, ainda, para ver um show de tango ou ir a uma “milonga”, que são os locais onde os portenhos vão bailar o tango. Buenos Aires tem uma vida noturna intensa, uma boa pedida é ir para algum pub ou balada da capital.

O verão é bem quente na cidade, com temperaturas acima de 30ºC. Alguns comércios costumam fechar nesta época. O bom é que há uma sorveteria em cada esquina. No inverno, a cidade fica mais charmosa, as temperaturas ficam na casa dos 0ºC. Com várias cafeterias espalhadas pela cidade fica fácil encontrar um lugar charmoso para fugir um pouco do frio.

Conhecer lugares clássicos de Buenos Aires como o Caminito, uma pequena rua, cheia de casinhas coloridas e lojas de suvenires; à Plaza de Mayo com a Casa Rosada; caminhar pela Av. 9 de Julho que já foi considerada avenida mais larga do mundo. Ande por Puerto Madero e sinta o lado moderno da cidade juntinho ao Rio da Prata. No final do dia, curta os pubs da Recoleta.

image-12

Buenos Aires é mais segura do que muitas capitais brasileiras, porém, é preciso tomar cuidado. Em locais de grande concentração, como a famosa Calle Florida, há muitos “batedores de carteira”. Os taxistas costumam passar notas falsificadas, é bom estar sempre atento.

dsc00667

O QUE FAZER

Casa Rosada: é a sede da presidência da Argentina e um dos símbolos do país e passou a ter seu exterior pintado de rosa por volta de 1870. Há várias explicações para a cor, desde que representaria a união de dois partidos políticos até quanto ao uso de sangue bovino misturado à tinta naquela época. O edifício que hoje é sede do governo começou a tomar a forma a partir da junção da Casa de Governo com o edifício de Correios e Telégrafos.

image-5

Plaza de Mayo: a praça é o coração político de Buenos Aires. O local é palco frequente de manifestações populares, entre elas a manifestação das Mães da Plaza de Mayo que ocorre às quintas-feiras, e está cercado por edifícios como a Casa Rosada, o Congresso e a Catedral. Arborizada e com vários bancos, essa praça costuma ser um local de descanso dos portenhos que trabalham ou vivem na região.

Obelisco: é um monumento histórico de Buenos Aires criado para comemorar os 400 anos de fundação da cidade. Ele está localizado no cruzamento das Avenidas Corrientes e 9 de Julho, ambas muito movimentadas. A Av. 9 de Julho já foi, inclusive, considerada a avenida mais larga do mundo.

image-4

Caminito: as janelas e paredes coloridas fazem parte do cenário, é uma rua-museu a céu aberto extremamente turística, que abriga restaurantes, lojas de lembranças e ateliês. É um dos locais mais tradicionais a ser conhecer. O nome se deve a um tango, cujas letras estão gravadas em algumas paredes do lugar.

image-7

Teatro Colón: o grande teatro impressiona pela riqueza de detalhes em seu interior. Pela acústica que tem, é considerado um dos melhores teatros de ópera do mundo.

Museu de Arte Latino-americana: O MALBA exibe quadros de artistas como Tarsila do Amaral e Frida Kahlo. O local é bem interessante pois reúne obras de artistas de diversos países e possui algumas obras interativas.

Museu Nacional de Belas Artes: o museu conta a história da Argentina e alguns dos períodos mais importantes de sua história através de obras de artistas locais. O lugar possui obras nacionais e há obras de artistas renomados como Monet e El Greco.

Puerto Madero: área portuária revitalizada com excelentes restaurantes, é um ótimo passeio em Buenos Aires, principalmente para conhecer esse lado moderno da cidade. Passeando por lá, aproveite para visitar a Puente de la Mujer e a Fragata Sarmiento, que atualmente funciona como museu.

image-18

image-17

La Bombonera: como é conhecido o estádio do Boca Juniors, um dos pontos que os fãs de futebol mais gostam de conhecer. Visitas ao museu e ao estádio possibilitam conhecer mais de perto a história do clube e suas conquistas.

image-6

image-9

Cemitério da Recoleta: um dos “pontos turísticos” mais visitados de Buenos Aires. No lugar estão enterradas algumas celebridades argentinas, entre elas o General Alvear e Evita Perón, cujo túmulo sempre está com flores.

dsc00682

Floralis Generica: O monumento metálico criado pelo arquiteto Eduardo Catalano chama a atenção mesmo de longe. Trata-se de uma enorme flor de metal, cujas pétalas se abrem durante o dia e se fecham durante a noite. O parque ao seu redor é procurado para tomar sol e descansar.

Jardim Japonês: O Jardim Japonês foi criado pela comunidade japonesa de Buenos Aires. O Jardim está localizado no bairro de Palermo e representa um parque típico do Japão, com seus lagos e cachoeiras. O jardim tem muitas espécies de plantas. Na primavera e no verão é um prazer ver o colorido das flores.

image-20

image-22

image-23

Tango: uma dança típica que atrai muitos turistas as casas de tango para apreciar o show porteño e é parada obrigatória para quem visita a capital.  Há uma grande variedade de locais para assistir a um espetáculo de Tango, algumas das opções mais procuradas pelos turistas são o Señor Tango, Tango Porteño, Café Tortoni, Madero Tango, El Querandí, Piazzolla e o Centro Cultural Borges. Na grande maioria das casas de show há a possibilidade de jantar e depois assistir ao espetáculo.

image-19

Tango Porteño

Zoológico de Luján: fica a 65km do centro de Buenos Aires e o zoológico permite que os visitantes tenham contato com os animais um tanto diferentes, como leões, tigres e elefantes.

Casino: o Casino de Buenos Aires fica em Puerto Madero e é na verdade um cassino flutuante. São 2.000 metros quadrados com quase 100 mesas de jogos, como por exemplo, o Black Jack, além da tradicional roleta e as numerosas máquinas caça-níquéis. Além de jogos, no interior do estabelecimento você poderá apreciar uma opção gastronômica de qualidade.

image-16

Delta do Tigre: passear de barco pelo Delta do rio Tigre, admirar a paisagem, as casas e as construções locais.

ONDE COMPRAR

A capital argentina tem muitas lojinhas de rua, mas também tem ótimos shoppings. Se você não consegue voltar para casa sem comprar uma roupa ou sapato novo, visitá-los é uma boa alternativa. Shoppings como Alto Palermo, Recoleta, Abasto e as Galerias Pacífico são algumas das alternativas de compras em locais fechados. No Alto Palermo você encontra muitas lojas de marcas locais, enquanto no Patio Bullrich o foco são as compras luxuosas.

dsc00909

Florida: A Calle Florida é um dos principais lugares para fazer compras na cidade. O lugar é muito frequentado por turistas e tem lojas de todos os tipos (roupas, calçados, acessórios, farmácia) além de vendedores ambulantes que expõem seus produtos no meio da rua.

image-11

Feiras: a mais conhecida delas é a feira de San Telmo, que ocorre aos domingos e reúne pessoas vendendo todo tipo de coisas – desde roupas e artigos de decoração à antiguidades. Outra feira bacana é a feira da Plaza Serrano, em Palermo Soho, essa região é cheia de lojas de roupas descoladas e as feirinhas são ótimas para conseguir roupas com bons preços. E no Caminito também há uma freirinha boa para adquirir souvenirs ou artesanato.

Feira em Caminito

Feira de San Telmo

VIDA NOTURNA

Buenos Aires tem uma vida noturna intensa, uma boa pedida é ir para algum pub, boas opções são: The Kilkenny e The Shamrock, ou aos “boliches”, como chamam as baladas na Palermo e Recoleta concentram várias casas noturnas para dançar até de manhã. Um pouco fora deste circuito, aposte no Asia de Cuba em Palermo ou na internacional Pachá, na Avenida Costanera, bem perto do Aeroparque.

image-3

Ave 9 de Julho

O QUE COMER

O lado gastronômico é um dos pontos altos de quem visita Buenos Aires. Come-se muito bem na cidade e com preços justos. Não deixe de experimentar o famoso doce de leite, as empanadas argentinas, os cortes de carne argentinos (parrilas) e alfajores.

image

Café Tortoni: é um lugar bem tradicional de Buenos Aires. Com uma decoração muito bonita o Café foi fundado em 1858 e é considerado a cafeteria mais antiga da cidade. Um café quente ou um chocolate com churros são bons motivos para fazer uma parada em qualquer hora do dia.

Havana: é uma marca bem conhecida de doces argentino e tem inúmeras lojas espalhadas pela cidade. Visitar uma Havana em Buenos Aires faz parte do programa gastronômico. Não deixe de provar os alfajores com sabores variados e o doce de leite, são uma delícia!

Freddo: a famosa rede de sorvetes argentino é parada obrigatória, o sorvete de dulce de leche é uma delícia.

QUANDO IR

Decidir a época da viagem é importante, você pode escolher um período mais quente ou mais gelada. Como as estações são bem definidas, para fugir das altas temperaturas de inverno e verão, o ideal é ir à cidade na primavera ou no outono, temporadas de transição, sem calor ou frio extremo.

Nos meses de alta temporada (julho, agosto, a segunda quinzena de dezembro e janeiro) é recomendável fazer reserva nos hotéis com antecedência pois a cidade fica cheia de visitantes.

As chuvas são bem distribuídas durante todo o ano; o período mais frio, entre maio e setembro, é a época em que elas estão mais escassas. Quem viaja no inverno pode pegar bastante frio, as noites de inverno podem ser bem geladas, próximas de 0ºC. No verão, use roupas frescas, com temperaturas médias de 25ºC, que passam dos 30ºC, o calorão parece mais intenso devido à umidade.

Foto tirada na primavera

DICAS

Passaporte: para visitar a Argentina você não precisa de passaporte e nem de visto para viagens que duram até 90 dias. Brasileiros portando RG poderão entrar no país conforme um acordo do Mercosul. A identidade deve ter sido expedida a menos de 10 anos.

Dinheiro: a desvalorização da moeda faz com que seja vantajoso levar tanto o real quando dólar ao país, mas é bom ter um pouco da moeda local para gastos pequenos. O real é aceito em diversos estabelecimentos comerciais, mas cada um deles usa a sua própria cotação.

Transportes: Buenos Aires é uma cidade ótima para caminhar, principalmente na região central.

Táxi: Para ir de um bairro à outro, uma boa opção é utilizar os táxis, que têm bons preços. Os táxis funcionam com taxímetro e é mais seguro utilizar os táxis com veículos mais novos e os rádio táxis.

Taxas: nos restaurantes há uma taxa chamada “cubierto”, o valor se refere à taxa de utilização de talheres, toalhas de mesa etc. O cubierto não é a mesma coisa que a gorjeta deixada ao garçom.

 

image-26

Aeroporto Internacional de Buenos Aires – EZEIZA

Share This
Fale com a Laki!