Cartagena das Indias


20140115153753782800_shutter_84540385_colombia-cartagena

Cartagena, uma linda aldeia pesqueira no litoral caribenho da Colômbia, possui praias excelentes, uma cidade histórica (que pode ser percorrida inteiramente a pé) e maravilhosa arquitetura colonial. Ela é também um dos lugares mais seguros do país, então não é à toa que é um porto de escala popular para os navios de cruzeiro. Precisa de uma folga depois de explorar as ruas de paralelepípedos? Pare em um café ao ar livre para desfrutar das deliciosas guloseimas locais e aproveite para observar o movimento.

A brisa do mar e o pôr do sol que transformam as cores das fachadas de casas com mais de 400 anos, fascinam as pessoas que visitam Cartagena. Esta cidade foi fundada no ano de 1533 por Pedro de Heredia, conserva a arquitetura colonial de suas construções e o conjunto de fortificações mais completo da América do Sul.

O centro histórico, cercado pelas muralhas de Cartagena é a alma desta cidade, que serviu como inspiração para Gabriel García Márquez, ganhador do prêmio Nobel de Literatura em 1982. Além de sentir a história de vários séculos nas ruas de pedra, é possível explorar o Castelo de San Felipe, maravilhar-se com um trajeto pelas igrejas antigas e, nas proximidades, até mesmo nadar e boiar em um vulcão de lama.

IMG_3966

Cartagena das Índias é o lado light do Caribe. Esqueça o agito de Cancún e das outras ilhas da região, com hotéis imensos e comércio completamente direcionado para o turismo, Cartagena é o oposto disso tudo. Além da beleza natural e do clima prazeroso o ano inteiro, a cidade é motivo de orgulho para os colombianos. Lá está localizada a casa do escritor Gabriel García Márquez, Gabo para a população local, conta com uma boa infra-estrutura hoteleira, praias tranquilas para passar os feriados, é reconhecida pela qualidade das esmeraldas que vende e, o mais importante, é território neutro nas guerrilhas que podem afugentar qualquer estrangeiro.

A cidade está dividida entre o lado histórico e o moderno. Se você for a Cartagena, não pense duas vezes, fique no bairro histórico. Mesmo estando um pouco afastado da praia, o bairro ganha um charme extra por estar todo cercado pelos 11 quilômetros de muralhas erguidas na cidade pelos espanhóis na época da colonização para espantar inimigos interessados no rico comércio local Cartagena tem um centro histórico que é preciso percorrê-lo com calma. Nesta cidade, declarada Patrimônio Histórico da Humanidade pela UNESCO em 1984, acontecem festivais dedicados ao cinema e à música clássica. De cima da muralha se vê de um lado todo o mar do Caribe e a parte moderna da cidade, do outro, está o bairro histórico e suas casinhas coloridas, tipicamente espanholas, com varandas repletas de flores.

Outra diversão imperdível na Colômbia são as discotecas de rumba, salsa e outros ritmos caribenhos. Depois dos cubanos, os colombianos são famosos por suas rumbas e salsas.

20140115153540304000_shutterstock_45281770_Streets of Cartagena, Colombia

INFORMAÇÕES ÚTEIS:

FUSO HORÁRIO: (-) 2 hora (Horário de Brasília) No Verão, (-) 3 horas.

DOCUMENTAÇÃO: Passaporte na validade. Não serão aceitas Carteiras emitidas por Ministérios Militares, Conselho de Ordem, Planos de Saúde ou Carteira de Habilitação. Crianças: é obrigatória a apresentação do Passaporte ou da Carteira de Identidade original. Não serão aceitas as Carteiras de Plano de Saúde ou de Vacinação.

BAGAGEM: Trechos aéreos: 2 volumes com até 32 kg. por passageiro + bagagem de mão: 5 kg. Sempre que estiver na recepção de um Hotel ou restaurante, tenha o cuidado de não deixar sua bagagem de mão desacompanhada.

MOEDA: Peso Colombiano.

CARTÕES DE CRÉDITO: Aceitos na maioria dos hotéis, lojas e restaurantes. Não esqueça de desbloquear antes da viagem.

ATRAÇÕES:

  • Palacio de la Inquisición: Coleção de instrumentos de tortura dos séculos passados. O casarão que abriga o museu fica no centro histórico e fica aberto todos os dias das 8h30 às 18h.
  • Cuartel de las Bovedas: Mais de 40 arcos formam a fachada deste quartel-general, que hoje abriga lojas de artesanato colombiano. No local, o turista pode encontrar os melhores preços para comprar as famosas bonequinhas colombianas, artesanato em cerâmica e em tecidos.
  • Convento de la Popa: Localizado na parte mais alta de Cartagena, foi escolhido para a fundação do convento dos Agostinos em 1607. Além da bela vista, está a imagem de Nossa Senhora da Candelária.
  • Fuerte de San Felipe de Barajas: Um dos maiores monumentos de Cartagena, é considerado a melhor obra de engenharia militar espanhola na América.

20140115153409976400_shutterstock_57820819_CARTAGENA (1)

ONDE DANÇAR:

  •  Extreme Bar Discoteca Restaurante: A maior discoteca de Cartagena. Lá pode-se ouvir vários ritmos latino-americanos: rumba, salsa e merengue.
  • La Escollera: Casa mais tradicional de Cartagena, considerada “patrimônio” entre as discotecas locais. A rumba predomina no lugar.

QUANDO IR:

Faz calor o ano todo em Cartagena e esse não é um problema para programar a viagem – pelo contrário. Independentemente de viajar no inverno ou no verão, prepare-se para enfrentar um calorão. A média anual de temperatura está em torno dos 27ºC, mas a sensação térmica vai além disso, devido à umidade. O calor é tanto que indicamos até evitar alguns passeios por volta do meio-dia.

As chuvas e os dias nublados aparecem mais frequentemente entre os meses de maio e novembro; o resto do ano é considerado seco. A cidade com chuva não fica muito legal porque, além de os passeios ao ar livre serem prejudicados.

Períodos de férias, como final de dezembro, janeiro e meados de julho e de agosto, costumam ser movimentados na cidade e ter preços de hospedagem mais salgados. Mesmo na baixa temporada, que compreende meses alternativos como abril, setembro e outubro, é possível encontrar bastante gente nas ruas, especialmente nos finais de semana.

20140115153654570400_shutter_92263015colombia-cartagena

O QUE FAZER:

Cartagena é uma cidade cheia de coisas para ver e fazer. Cerca de três ou quatro dias são suficientes para conhecer a cidade. Mas se você prefere fazer uma viagem tranquila, considere aumentar um pouquinho a estadia. Além do mais, não é difícil se encantar por essa cidade de ruas pequenas e cenários românticos; é bem capaz de você embarcar para casa com a sensação de já querer voltar.

Seja a pé, de bicicleta ou em um passeio de carruagem, reserve um bom tempo de sua programação para desvendar a Cidade Amuralhada. A muralha cerca a parte antiga da cidade e concentra alguns dos principais pontos turísticos, como a Torre do Relógio, o Palácio da Inquisição, igrejas, praças e museus, além da própria muralha com seus baluartes (lugar perfeito para ver o sol se pôr). Um pouquinho fora do centro, porém não menos importante, estão o imperdível (e impressionante!) Castelo de San Felipe e o Convento Santa Cruz de La Popa, com uma vista espetacular.

Nem apenas de construções e edifícios históricos compõe-se o dia do turista que visita Cartagena. Um dia nas praias ou passeando pelas ilhas do Arquipélago de Rosário, com águas clarinhas, é de praxe. A Playa Blanca, com muito movimento, é bonita, mas está sempre cheia; por isso, uma das ilhas privadas do arquipélago é a pedida ideal para curtir um local sereno com o mar caribenho como plano de fundo.

Quando cai a noite, Cartagena não perde o balanço e continua cheia de atrativos. O movimento de pessoas nas ruas é intenso e não faltam restaurantes, bares e baladinhas para curtir o movimento noturno. Se quiser ouvir um pouco da música regional e comer um bom prato, vá ao La Vitrola.

20140115153523242800_shutterstock_50661799_CARTAGENA COLOMBIA

DICAS:

  • Para visitar Cartagena não é necessário visto, nem mesmo passaporte. Brasileiros que viajam a turismo poderão entrar no país apenas portando um RG com foto identificável. Caso faça conexão no Panamá ou outro país, consulte sua companhia aérea sobre a necessidade de ter um passaporte.
  • A moeda utilizada em Cartagena é o peso colombiano e pagamentos com cartões de crédito são amplamente aceitos. Muitos estabelecimentos não aceitam dólares e, quando o fazem, não possuem uma cotação favorável aos turistas. Ande com pesos, que é mais vantajoso.
  • Para não sofrer com o calor, evite fazer passeios ao ar livre por volta do meio-dia, quando a temperatura fica ainda mais alta. Dê preferência aos passeios feitos de manhã cedo ou no final da tarde.
  • Visitando o Convento Santa Cruz de La Popa e o Castelo de San Felipe de Barajas à tarde é quase certo encontrar uma multidão de turistas fazendo o passeio de chiva. Se quiser encontrar esses pontos turísticos mais vazios, é recomendável visitá-los pela manhã.
  • As tomadas de Cartagena, normalmente, possuem dois pinos chatos. Se seus dispositivos eletrônicos forem diferentes desse padrão, lembre-se de providenciar um adaptador de tomadas.
  • Ao preparar a bagagem, levar roupas leves pois em Cartagena faz muito calor. Calçados confortáveis são bem-vindos para as caminhadas no centrinho, assim como óculos, bonés e chápeus, que ajudam a se proteger do sol. Shorts e camisetas frescas são a dupla perfeita para passar o dia no local!  Durante a noite, os turistas gostam de colocar roupas mais arrumadinhas, mas não precisam se preocupar em vestir-se de maneira formal – se você está em férias, melhor ainda, pois esse é um momento para relaxar!.

SEGURANÇA

Há quem pense que a Colômbia não é um destino seguro para visitar, mas não há por que se preocupar. Cartagena é um lugar bem tranquilo, cheio de policiais a qualquer hora do dia. Não há perigo em andar pelas ruas, mesmo à noite, mas como em qualquer outro destino movimentado, é sempre recomendável ter atenção aos seus pertences.

Quando estiver na praia, evite deixar suas coisas longe do seu campo de visão. Na hora de voltar ao Brasil, esteja preparado para ser abordado por diferentes policiais no aeroporto. Pode ser que perguntem sobre o objetivo de sua viagem, quem o acompanha, quantos dias esteve em Cartagena, entre outras coisas. As malas de mão são revistadas por um oficial e, no nosso caso, até a bagagem despachada teve de ser revistada.

IMG_3959

PRAIAS

Viajar com o pensamento de que Cartagena é um destino com pontos históricos e a vantagem de estar próximo ao mar é mais realista do que imaginar que a cidade é um destino de praia com seus pontos turísticos. Explicamos: as praias urbanas da cidade têm águas mornas e claras, porém com areia escura. O resultado final que se observa no cenário está longe de ser como as praias caribenhas que mostram os filmes – essas você só encontra a quilômetros de barco da costa cartageneira.

As praias mais próximas do centro urbano, como Bocagrande e El Laguito, têm águas bem gostosas, mas estão sempre cheias, fato que atrapalha quando se quer curtir um pouco aquelas férias tranquilas que se tem em mente. Se a ideia é ir a uma praia mais vazia, vá a La Boquilla, que não está próxima do centro mas tem um público pequeno e permite aproveitá-la mais.

Para ver águas clarinhas de verdade, não deixe de fazer o passeio de barco que leva ao Arquipélago de Rosário e a San Bernardo ou à Playa Blanca. Em Playa Blanca, sim, você encontrará águas transparentes e areia branca, além de um mergulho delicioso, perfeito para se refrescar frente ao calor que faz em Cartagena. A dica para encontrar seu cantinho sem ser incomodado é andar até o trecho da praia com menos vendedores. Há muita gente vendendo coisas nas praias e a constante abordagem acaba por incomodar quem pretende apenas descansar. A melhor ideia para ter sossego e aproveitar a praia é ir para alguma das ilhas particulares do arquipélago de Rosário e San Bernardo, onde há mais tranquilidade e um mar de excelente qualidade.

IMG_3965

PASSEIOS:

Cartagena é um destino cheio de passeios para fazer. Há passeios para diversos gostos, que permitem aos visitantes conhecer, principalmente, os pontos turísticos da região e as praias de águas clarinhas.  Entre as atividades mais legais para fazer estão aquelas em que se pode conhecer o centro histórico. Inclua no roteiro um passeio de carruagem pelas pequenas ruas da Cidade Amuralhada, que pode ser feito tanto durante o dia quanto à noite, e um passeio de bicicleta, que fica ainda mais interessante quando algumas ruas são fechadas para veículos.

Os passeios também são uma maneira essencial de conhecer as águas transparentes que estão próximas de Cartagena. Não deixe ir a Playa Blanca e ao Arquipélago de Rosário, com águas cristalinas e ideais para se refrescar diante do calor da costa colombiana. Apesar de ser realmente uma região de natureza privilegiada, saiba que essas águas cristalinas estão a vários quilômetros do centro e só podem ser conhecidas através de passeios de barco.

Fique atento, pois os passeios em Cartagena costumam ser bem desorganizados e cheios de vendedores competindo entre si para ver quem conquista o cliente.

ONDE COMER:

Não é difícil comer bem em Cartagena. A cidade tem bons restaurantes da cozinha internacional e da própria cozinha colombiana, oferecendo diferentes opções aos visitantes. A proximidade com o mar permite encontrar facilmente no cardápio dos restaurantes pratos leves como peixes, camarões e lagostas, que ainda têm a vantagem de serem servidos frescos.

No que diz respeito à culinária, Cartagena vive dois opostos: de um lado estão as frituras, servidas até mesmo no café da manhã; do outro, as frutas, encontradas em qualquer cantinho, incluindo as ruas, com seus vários vendedores arepas, manga, morangos e outras delicinhas refrescantes. O barato de Cartagena é oferecer uma rica experiência gastrômica para quem curte viajar e experimentar a cozinha regional.

Os pratos principais normalmente vêm acompanhados de arroz de coco epatacón, uma espécie de bolinho de banana frito e achatado. Para beber, aposte em um dos diversos sabores de frutas locais, incluindo o corozo, ou na limonada de coco, que faz sucesso no litoral colombiano. Se a ideia é experimentar a cozinha local, não deixe de ir a La Casa de Socorro, que não tem nada a ver com uma casa de verdade, mas tem um cardápio bem caprichado, com preço na medida. Para conhecer um dos restaurantes mais famosos de Cartagena, não dá para deixar de fora do roteiro El Santísimo, com atendimento de primeira e pratos deliciosos!

Na hora de fazer um lanchinho ou refeição variada, a pedida é a rede Crepes & Waffles; para se resfrescar, a dica de ouro é ir a La Paletería e se perder entre os inúmeros picolés coloridos da pequena lojinha.

IMG_3964

COMPRAS:

Cartagena não é um destino tão incrível para compras. A cidade tem, sim, lojas bacanas, mas esse não deve ser o foco de uma viagem para a região. O que mais se encontra para vender por lá: lembranças de viagem, artesanato, joias (principalmente esmeraldas) e bolsas artesanais produzidas por indígenas. Ah, vale a pena comprar um pouco do café colombiano, que é considerado um dos melhores do mundo!

Lojas de marcas famosas localizam-se no Centro da Cidade Amuralhada e na Av. San Martín, conhecida como Carretera 2, no bairro de Bocagrande. Nesses mesmos locais você verá também muitas lojinhas de temas variados, incluindo aquelas que vendem artesanato, pinturas e joias.

Um lugar muito conhecido para compras é Las Bóvedas, que têm construção antiga e hoje abrigam várias lojinhas. Não indicamos, no entanto, fazer compras por lá, pois o lugar é bastante turístico e seus preços, acima da média. Dê preferência às ruas da cidade amuralhada porque nelas você encontra um pouco de tudo por preços justos.

Uma dica importante é tentar negociar o preço dos produtos, especialmente naqueles locais em que você perceber que há uma brecha para isso. É possível conseguir boas aquisições liberando seu lado muquirana!

IMG_3957

PONTOS TURÍSTICOS:

Por ser Patrimônio Cultural da Unesco desde 1984, você já deve imaginar que em Cartagena não faltam pontos turísticos. A cidade, fundada em 1533, tem muitos de seus edifícios originais preservados dentro das muralhas de 11km, construídas para protegê-la de ataques piratas.

Para começar sua viagem com força total, visite o Convento de Santa Cruz de La Popa, no topo do morro mais alto da cidade, com uma vista excepcional. O Convento tem uma arquitetura colonial encantadora e é cheio de flores – o lugar rende muitas fotos. Inclua na programação, também, um passeio pelo Castelo de San Felipe – uma fortaleza enorme, considerada a maior construção realizada pelos espanhóis no Novo Mundo. O local foi de grande importância para a proteção da Cartagena e tem muitas curiosidades no que diz respeito ao seu projeto arquitetônico, sempre levando em consideração táticas de guerra.

Indicamos conhecer o convento e o castelo pela manhã, momento em que estão mais vazios pela ausência dos passeios de chivas, que sempre fazem parada nesses pontos durante a tarde.

Partindo para a área turística de Cartagena, é imprescindível conhecer a Cidade Amuralhada, que guarda muitos pontos turísticos. Por lá você poderá visitar a Torre do Relógio – antigo portal da cidade -, o Palácio da Inquisição e seu museu, o Museu do Ouro, a Igreja de San Pedro Claver, a Catedral e a Igreja de Santo Domingo, além de várias praças que vivem cheias de gente.

Praticamente todos os pontos turísticos de Cartagena são pagos; espere desembolsar cerca de 10.000/15.000 COP para conhecê-los. Se não quiser pagar o ingresso para entrar nas igrejas de Cartagena, a dica é ir durante a missa, quando, evidentemente, elas abrem suas portas ao público.

IMG_3963

VIDA NOTURNA:

Não dá para definir se à noite Cartagena “continua” com seu charme ou se fica ainda mais charmosa. As ruazinhas com pouca iluminação se enfeitam com sombras e o efeito das luminárias antigas, estrategicamente colocadas, nos remete ao passado, deixando o ambiente super-romântico. Caminhar à noite no centro histórico, diferentemente do que se vê em outras cidade, é uma delícia e não tem perigo.

Basta caminhar pelas ruas e praças da cidade para perceber que a vida noturna de Cartagena é animada. Em Bocagrande estão os cassinos, enquanto no centro estão muitos bares e restaurantes bacanas. Antes mesmo de ficar escuro, uma boa pedida na cidade é o imperdível Café del Mar, localizado sobre as muralhas e de onde se pode curtir o melhor pôr do sol da região e, de quebra, emendar na noite para tomar alguns drinks.

Para conhecer a música local e jantar ao mesmo tempo, vá ao La Vitrola, uma das mais famosas opções da noite, que requer reserva – garantia de comida de qualidade e show animado. Para dançar, a dica é o Café Havana, que toca salsa toda semana; para curtir um barzinho ao ar livre, não perca o Donde Fidel, com suas cadeirinhas e mesas a céu aberto com vista para a Torre do Relógio.

Se salsa não é o seu forte, experimente visitar o Hard Rock Café, rede com shows de rock que está em todo o mundo.

IMG_3967

TRANSPORTE:

A Cartagena dos turistas divide-se, basicamente, em duas partes: Bocagrande, a parte moderna, e Cidade Amuralhada, a parte antiga da cidade. Na hora de circular, as caminhadas são indicadas para conhecer locais próximos ao hotel e, em outros casos, os táxis, com bons preços, são a melhor opção.

A forma de se locomover depende bastante do local de hospedagem. Se você prefere ter muitos pontos turísticos ao seu redor, opte por um hotel na Cidade Amuralhada, especialmente no Centro; se, por outro lado, prefere um lugar mais moderno, próximo à praia, Bocagrande pode ser mais indicado. Um táxi entre Bocagrande e a Cidade Amuralhada custa em torno de 5.000/6.000 COP e os dois locais estão bem próximos, sendo fácil ir de um ponto ao outro.

Considere, ainda, alugar uma bicicleta, que, além de ser uma maneira saudável de conhecer o lugar, não cansa tanto quanto caminhar.

Táxi: Na hora de ir para um ponto distante de você, opte pelos táxis. Eles custam pouco, mas atenção: é preciso negociar. Os táxis não têm taxímetro e negociar o valor dito pelo taxista é uma prática comum, que deve ser feita ANTES de você entrar no carro. Os táxis possuem pintura amarela e estão por toda a cidade.  Além dos táxis comuns, há os coletivos que funcionam como táxis, mas transportam pessoas que vão para diferentes destinos num mesmo veículo. Os coletivos passam buzinando pelas ruas e cobram valor inferior – cerca de 1.500 COP pelo trajeto entre a Cidade Amuralhada e Bocagrande, que num táxi privado custaria cerca de 4 vezes mais. É importante ressaltar que, em lugares onde não há taxímetro, é preciso ficar atento ao valor cobrado pelo taxista. Tente agir como os locais e não dar a entender que não conhece o local onde está. Uma boa dica para não pagar muito mais do que deveria é perguntar a um morador quanto ele imagina que custa a corrida que você quer fazer e usar como base.

Bicicleta, triciclo e afins: Caminhar é uma ótima maneira para conhecer os pontos turísticos de Cartagena, mas, depois de tanto andar, pode bater um cansaço. Por isso, alugar uma bicicleta ou triciclo é também uma maneira interessante de circular. Por lá você encontrará também outros veículos mais modernos, como os segways, que podem ser legais para andar pelas ruas – especialmente se sua viagem incluir crianças.

Ônibus: Os ônibus são uma maneira barata de circular, mas não muito indicada. Normalmente estão cheios de pessoas e, como sempre faz calor em Cartagena, o veículo não fica confortável. Considere utilizá-los apenas se você quiser realmente economizar.

MOEDA:

A moeda utilizada em Cartagena é o peso colombiano e inúmeros estabelecimentos aceitam cartão de crédito. O dólar americano não é aceito em todos os lugares e, quando é aceito, pode não ter uma conversão favorável. Recomendamos ter sempre pesos em mãos, que é mais garantido. Se não houver outra alternativa e precisar pagar com dólares, dê preferência às notas de valor pequeno para não perder muito dinheiro no troco, normalmente devolvido em pesos e sujeito ao valor de câmbio do estabelecimento.

Cartagena não é um destino barato, mas os gastos por lá também não são exorbitantes. É possível encontrar preços para todos os bolsos, seja nos hotéis ou nos restaurantes. Nas lojas, tente sempre negociar, pois nesses momentos você consegue pechinchar!

Conseguir pesos colombianos no Brasil é um pouco complicado, pois as casas de câmbio só têm a moeda quando reservada com antecedência. Nossa sugestão é fazer o câmbio no aeroporto de Bogotá, caso você faça conexão no local. Se sua conexão será em outro aeroporto, leve dólares para trocar em Cartagena mesmo. Há, em Cartagena, casas de câmbio que aceitam real, dólar e caixas eletrônicos em diversos locais da cidade.

Share This
Fale com a Laki!