Boas notícias para amantes de bichos de estimação, as companhias aéreas brasileiras têm novidades para o transporte deles dentro da cabine.

No início do mês, a Gol passou a aceitar que eles sejam transportados dentro da cabine, se unindo a Azul, TAM e Avianca Brasil que permitem os animais viajando com seus donos.

Algumas regras, como o peso do animal, variam de acordo com a companhia, mas quem vai embarcar com o pet precisa estar atento às exigências da Anac: o dono tem que apresentar o atestado de sanidade do animal, fornecido pela Secretaria estadual de Agricultura ou por um médico veterinário. Além disso, é necessário apresentar comprovante de vacinação. O animal também precisa ser transportado dentro de uma caixa apropriada, cujo tamanho varia de acordo com o porte e as exigências da empresa.

Na Gol, o peso máximo do bichinho, junto com a caixa, é de 10kg. O valor, por trecho, fica em R$ 150. Na Azul, os animais não podem ultrapassar 5kg, também levando em conta o peso da caixa. O valor desse transporte é de R$ 200. As duas empresas oferecem essa opção somente nos voos domésticos. Já na TAM os animais podem viajar para fora do país, desde que o peso do pet e da caixa não ultrapassem 7kg. O valor no trecho nacional é de R$ 200 e no internacional é de US$ 200. A Avianca Brasil permite o animal junto com a caixa até 8kg. O valor é R$ 100.

O transporte dos animais na cabine do avião diminui a ansiedade não só deles, como dos donos, que muitas vezes não sabem as condições em que eles estão. Apesar disso, voos de maior duração podem estressar os pets e algumas dicas contribuem para que eles aguentem a viagem sem atrapalhar os passageiros.

A maioria das empresas aéreas internacionais permite apenas um animal por passageiro ou até proíbem o transporte de animais Os Cães-guia são liberados em todos os voos.

PARA ACALMAR O PET

Uma caixa de transporte adequada, em que ele possa dar uma volta ao redor de si mesmo e ficar em pé, é fundamental. Colocar os brinquedos que ele já está habituado, um pedaço de roupa do dono, para que ele sinta o cheiro também é indicado. Deixar a caixinha de transporte com ele dias antes de viajar ajuda, pois ele não se sentirá preso em um ambiente novo.

Desenho-cao-aviao

É preciso estar atento também às condições de higiene. A maioria das companhias exige um tapete absorvente na caixa durante os voos. A maioria das aéreas aceita os pets apenas na classe econômica e não são permitidos animais menores de quatro meses, fêmeas no cio ou amamentando.

regras-para-viajar-com-animais

NA CABINE

Avianca: até três animais por voo, com 8kg, contando o valor da caixa de transporte. O preço, por trecho, é de R$ 100.

AZUL: até três animais por voo, com no máximo 5kg, contando a caixa. O valor, por trecho, é de R$ 200.

GOL: até quatro animais por voo, com no máximo 10kg, incluindo a caixa. O preço, por trecho, é de R$ 150.

TAM: até três animais por voo, com no máximo 7kg, contando o valor da caixa. O preço, por trecho nacional, é de R$ 200 e, por trecho internacional, de US$ 200.

DELTA: o preço por trecho é de U$ 75 dólares. Animais precisam ter dez semanas de vida.

IBERIA: até 8kg, contando o peso da caixa de transporte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *