COMO ARRUMAR A MALA PARA VIAJAR

Postado | 0 comments


Feriadão chegando, férias à vista, viagem de trabalho, grana no bolso, passagem à mão, chega a hora de arrumar a mala. E agora? Estas dicas são perfeitas para não se fazer bagunça e, principalmente, não deixar nada de importante para trás.

Considerada pela maioria dos viajantes como a parte mais difícil da viagem, fazer as malas, por incrível que pareça, não tem nenhum segredo, mas sim, truques. Uma mala perfeita deve sempre ter uma opção de cada tipo de roupa: calça, camisa, camiseta, roupa de banho e malha, afinal, nunca se sabe que ocasião pode aparecer, ou que clima pode chegar.

Para iniciar a missão, o ideal é abrir a mala em cima da cama. Malas com rodinhas são a melhor opção, e, de preferência, com alça. Outra dica importante é personalizar a mala com um barbante ou um adesivo ou uma fita colorida. Assim facilita a identificação.

mala-viagem-viagem-verao

Vamos as dicas:

 

– Primeiro, coloque os sapatos e chinelos no fundo. Opte por sapatos versáteis, que sirvam para diferentes ocasiões. Aproveite o espaço dentro dos calçados para por meias, cintos, adornos e carregadores de celular;

– Entre os sapatos coloque as pequenas peças de roupas que podem amassar, como pijamas, roupa íntima ou de piscina;

– Por cima dos sapatos coloque roupas que tenham o formato da mala, como calças e toalhas. Para que elas não amassem muito, deixe as pernas pra fora e só dobre depois que tiver colocado o resto das roupas. Nunca dobre mais que em duas vezes;

– Chega a vez das coisas grandes e pesadas. Acomode os casacos, paletós ou moletons ao avesso com as mangas para dentro e dobre apenas uma vez e ao meio;

– Coloque saias, vestidos ou bermudas dobrados uma vez e, como anteriormente, ao meio;

– A lateral da mala deve ser aproveitada com camisetas e blusinhas pequenas, que devem estar bem enroladinhas (cuide para não deixar vincos);

– Lembra das pernas das calças? Dobre-as que estavam pra fora, cobrindo as outras roupas;

– Produtos líquidos devem ser embalados em saquinhos para evitar vazamentos indesejáveis;

– Se for viajar de avião, não esqueça que objetos pontiagudos devem ser despachados. Líquidos também têm regra para o tamanho da embalagem;

– Na bagagem de mão é obrigatório conter os documentos, remédios, escova e pasta de dentes, juntamente com passagens, uma muda de roupas para imprevistos, eletrônicos e objetos de valor;

Aplicada as dicas, a mala está pronta. Repasse!

Peso da bagagem em voo nacional

Nas aeronaves com mais de 31 assentos, cada passageiro (adulto ou criança) tem direito a 23 quilos de bagagem. Pode-se despachar mais de um volume, desde que o peso total não ultrapasse esse limite. Para aeronaves de até 30 assentos são permitidos 18 quilos, e para aeronaves de até 20 assentos, dez quilos. Artigos esportivos em geral (prancha de surfe, bicicleta, etc.), instrumentos musicais e outros tipos de bagagem especial devem estar incluídos na franquia, da mesma forma que a bagagem comum.

A bagagem de mão é outro ponto importante. Saber o que pode ou não ser levado, excesso de peso, tamanho permitido e outros aspectos, evita transtornos na hora do embarque. Para as aeronaves com mais de cinquenta assentos, o peso total não pode exceder cinco quilos e a soma das dimensões da bagagem (comprimento + largura + altura) não deve ultrapassar 115 centímetros. É recomendável que objetos de valor sejam carregados como bagagem de mão.

O que pode levar?

A resolução da Anac  n° 207/2011 dispõe sobre os procedimentos de inspeção das bagagens de mão e o que deve ser despachado. Trata-se de procedimento de segurança essencial para a garantia da segurança de passageiros, tripulantes e trabalhadores do setor. A inspeção é feita em passageiros e suas bagagens de mão para prevenir o embarque com armas, explosivos, artefatos ou agentes químicos, biológicos, radioativos, nucleares ou substâncias e materiais proibidos.

Voo internacional

Nos embarques para o exterior, são observados padrões internacionais, conforme o país de destino. Nesse caso, o transporte de líquidos, inclusive de gel, pastas, cremes, aerossóis e similares deve ser feito em embalagem máxima de 100 ml. Para facilitar a inspeção, o frasco deve ser envolvido em uma embalagem plástica transparente, que possa ser fechada, com capacidade máxima de um litro e dimensões de 20 x 20 cm. Medicamentos com prescrição médica, alimentação de bebês e líquidos de dietas especiais não entram nessa restrição, mas devem ser transportados na quantidade necessária e prescrita para o tempo de duração do voo e eventuais escalas.

Compras

As compras feitas em free shops ou a bordo de aeronaves podem exceder o limite para a quantidade de líquido transportado, observado o limite imposto pela Secretaria da Receita Federal. Para tanto, o passageiro deve manter os produtos em uma embalagem plástica padronizada e selada e com o recibo de compra à mostra, bem como a data do início do voo, para passageiros que embarcam ou estão em conexão. Todavia, essa regra pode sofrer alterações dependendo do país de origem ou conexão, sendo importante consultar a empresa aérea ou seu agente de viagens antes do voo.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Fale com a Laki!