CONHECENDO A AMÉRICA DO SUL: DESERTO DO ATACAMA

Postado | 0 comments


Já imaginou o Deserto do Atacama, no Chile, como seu próximo destino?

 

O Atacama apresenta belezas naturais únicas. Os passeios e excursões turísticas são cheios de aventura e novidade. É uma viagem impressionantemente linda!

 

Neste post, você pode conferir alguns passeios para fazer por lá!

 

VALE DE LA LUNA

O Sul de San Pedro de Atacama

No Sul de San Pedro de Atacama fica localizado Toconao, uma aldeia construída com pedra Liparita. O local contempla uma praça rica em história com a uma torre sineira, construída em 1750, de adobe e madeira de cactos.

 

Valle de Jere

No Valle de Jere, os turistas podem ver de perto as águas que descem das montanhas, e trazem fertilidade, tornando o deserto um dos mais verdes. Além disso, podem curtir os lindos pomares de árvores frutíferas e uma flora variada incrível.

Salar de Atacama

Uma das atrações que chama a atenção dos turistas é a visita ao setor de Soncor, grande Salar de Atacama, o lugar reserva flamingos nacionais. Em Laguna Chaxa, você pode desfrutar de variadas espécies de pássaros e da maravilhosa cor dos flamingos, o céu azul de Atacama também é impressionante. Já as alturas dos vulcões andinos e o pôr-do-sol vermelho trazem sensações singulares a cada viajante.

 

Tour Astronômico

O Atacama é atrativo tanto de dia, quanto de noite. Um programa muito legal para fazer no período noturno é observar as incontáveis estrelas. Pela pouca quantidade de luz da vila, as estrelas ficam mais perceptíveis. Mas, lembre-se de ir com roupa de frio, pois a temperatura durante a noite é baixa, portanto, esteja preparado(a).

 

Avenida Caracoles Paseo Peatonal

Conheça essa simpática via. A Caracoles é a principal avenida de San Pedro de Atacama e nela só podem passar pedestres. Na rua há um grande número de comerciantes,  restaurantes, lojas, agências turísticas, pequenos mercados e hotéis.

 

Termas de Puritama

Conheça as Termas de Puritama: termas privadas que ficam a mais ou menos 30 km de San Pedro de Atacama. As Termas são uma sugestão para aqueles que querem descansar e relaxar. Ao mesmo tempo que você aproveita a piscina, curte a natureza e todo o verde em volta.

 

Pukara de Quitor

O sítio arqueológico de Pukara de Quitor fica a cerca de 3 km de San Pedro de Atacama e é considerado monumento nacional. Lá, os visitantes podem perceber que existem duas trilhas: uma que leva às ruínas principais do sítio arqueológico (30min de trilha) e outra de trecho maior (2h de trilha). O lugar como um todo proporciona uma linda vista dos vulcões e da vegetação.

 

 

Dica valiosa! Na bagagem, além das roupas, não esqueça de levar:

  • Água.
  • Hidratante labial.
  • Protetor solar.
  • Soro fisiológico para o nariz, por conta do clima seco.
  • Blusa de frio para as noites.
  • Luva e cachecol para aqueles que sentem muito frio.
  • Chocolate para ajudar a amenizar os sintomas da altitude.

 

10 curiosidades sensacionais sobre o deserto do Atacama

1. Deserto mais seco do mundo!

Quando se fala em deserto, todos sabem que devido a uma série de fatores a região tende a ser seca. O Deserto do Atacama, diferente de todos os outros, se destaca por ser o local mais árido da Terra. Especialistas afirmam que a quantidade de água que cai em algumas regiões deste solo é extremamente baixa, chegando a ser necessário um século para encher uma xícara de café com os milímetros de água.

 

2. Banho Gravitatório

Quem disse que só é possível gravitar no espaço não conheceu as famosas Lagunas de São Pedro do Atacama. Devido a alta salinidade da água, ao mergulhar, os turistas não afundam e apenas desfrutam de um verdadeiro banho gravitatório nos lagos da região. Algumas lagoas são lindas e ótimas para visitação, mas devido a salinidade de algumas como as Lagunas Altiplanicas e a Laguna Cejar, elas não são exatamente próprias para banho. No entanto, na Laguna de Piedra os viajantes poderão boiar o quanto quiserem em águas azuis esverdeadas e ter incríveis sensações de leveza.

3. Terra viva

No deserto do Atacama onde já foi mar, hoje encontram-se vales, lagos de sal e cachoeiras de águas termais e Gêiseres. Este último fenômeno gera a sensação da terra estar viva. Um gêiser é uma nascente termal que constantemente joga água quente e vapor para o ar, eles aliviam o friozinho do Atacama com as suas colunas e dão um espetáculo natural a todos que prestigiam o momento em que a água é jorrada. Um dos mais famosos da região é o Geysers del Tatio, uma das principais atrações turísticas da região.

4. Neve

Neve em um deserto? Pode parecer meio estranho, mas antes de chegar ao ponto principal do Atacama é possível encontrar neve e logo em seguida se deparar com o seco. Apesar de ser um fenômeno não muito comum na região, em alguns lugares e dependendo da estação os turistas poderão até brincar de guerra de neve.

5. Animais fantásticos

Além de prestigiar paisagens que proporcionam experiências inesquecíveis, no Atacama é possível avistar muitos flamingos, lhamas, e outros animais exóticos. Apesar das condições inóspitas, estes animais vivem e procriam em certos lugares da região, ficando próximo as águas frias que apesar de parecer quentes, estão na temperatura ideal para os animais.

 

6. Igreja de palha, cactos e couro

A principal paróquia destas terras, a Igreja San Pedro de Atacama, apesar de possuir data de fundação desconhecida, funciona desde 1641 e os seus famosos arcos na parte externa são datados de 1744. Muitos anos se passaram desde sua construção, mas as marcas e principalmente os materiais utilizados para erguer a igreja, fazem do local uma parada obrigatória para os viajantes. Localizada na praça principal da cidade e junto a tijolos e telhas, a construção levou palha, árvores da região, cactos e couro de lhama, que podem ser percebidos e admirados.

7. Cemitérios, ruínas e museus

Os objetos da pré-história de Atacama despertam a curiosidade do público até hoje e todo bom viajante não pode sair de lá sem antes conhecer os túmulos que os familiares talhavam para os seus entes queridos, meteoritos achados e ruínas do que antes eram cidades. Este lugar é um verdadeiro espetáculo arquitetônico, chegando a possuir sítios arqueológicos como Pukará de Quitor e diversos museus fantásticos repletos de histórias. A Universidad Católica del Norte e do Meteorito, o Museu Arqueológico Padre Le Paige abrigam as coleções arqueológicas e etnográficas que foram recuperadas e são preservadas até hoje.

8. Vulcões

A região do Deserto do Atacama é formada por uma grande quantidade de vulcões com altura superior a 5 mil metros do nível do mar. Os de maior destaque são os Licancabur, Lascar, Sairecabur e Putana, em que é formado um altiplano (terras altas), a milhares de metros, com pequenos lagos e zonas úmidas. Apesar de possuir um nome assustador, é possível não somente chegar bem próximo, como até subir no topo da maioria dos vulcões, sendo um dos incríveis atrativos do local.

9. Mão gigante

Nas margens da rodovia chilena Pan-Americana, é possível conhecer e tirar várias fotos com a Mão do Deserto ou em espanhol “Mano del Desierto”. Esculpida pelo chileno Mario Irarrázabal em 1992, ela possui mais de 10 metros de altura e inúmeras lendas sobre a famosa mão gigante que é um dos pontos turísticos mais sensacionais e atrativos do Chile.

10. Maior depósito salino no Chile

O Salar de Atacama consiste num grande lago de águas salinas formada pelas chuvas no altiplano, além das altas montanhas que não passam pela barreira da Cordilheira de Domeyko e ficam estagnadas na bacia do rio. Com o tempo, é formado uma crosta dura e branca de sal e outros sedimentos dos entornos das montanhas, transportados pelo vento e pela água, o que rendeu o título de maior reserva salina do Chile.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Fale com a Laki!